/ Napne

Núcleo de apoio às pessoas com necessidades educacionais específicas (Napne)

Apresentação

 

O Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (Napne) do IFSP do Câmpus São Carlos é um núcleo propositivo e consultivo que media as ações inclusivas no câmpus, buscando o envolvimento do público-alvo da educação especial e de toda a comunidade escolar com a inclusão social e educacional de todos.

 

Entende-se como inclusão a garantia de acessibilidade, de acolhimento e de permanência dos estudantes na instituição de ensino, respeitando as diferenças de cada um.

 

O público-alvo das ações do Napne do IFSP Câmpus São Carlos são os estudantes com necessidades educacionais específicas em função de deficiência, de transtorno do espectro autista e/ou de altas habilidades/superdotação.

 

De acordo com a Resolução n. 137/14, que aprova o Regulamento do Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE) do IFSP, os objetivos desse núcleo, no IFSP Câmpus São Carlos, são:

 

- Criar a cultura da educação para a convivência, o respeito à diversidade, a promoção da acessibilidade arquitetônica, bem como a eliminação das barreiras educacionais e atitudinais, incluindo socialmente a todos por meio da educação;

 

- Prestar apoio educacional aos estudantes com deficiência, com transtorno do espectro autista e/ou com altas habilidades/superdotação do campus;

 

- Difundir e programar as diretrizes de inclusão dos estudantes com deficiência, com transtorno do espectro autista e/ou com altas habilidades/superdotação no campus;

 

- Integrar os diversos segmentos que compõem a comunidade escolar do campus para desenvolver sentimento de corresponsabilidade na construção da ação educativa de inclusão;

 

- Promover a prática democrática e as ações inclusivas para estudantes com deficiência, com transtorno do espectro autista e/ou com altas habilidades/superdotação como diretrizes do câmpus.

 

Você sabe o que é?:

 

Deficiência: De acordo com o Decreto Legislativo nº 186/08 e o Decreto nº 6.949/09, pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos permanentes, de longo prazo, temporários ou intermitentes de natureza física, intelectual/cognitiva ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem impedir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

 

Transtorno do espectro autista: De acordo com a Lei nº 12.764/12, o Transtorno do Espectro Autista é definido como deficiência persistente e clinicamente significativa da comunicação e da interação sociais, manifestada por deficiência marcada de comunicação verbal e não verbal usada para interação social; ausência de reciprocidade social; e falência em desenvolver e manter relações apropriadas ao seu nível de desenvolvimento.

 

Altas habilidades/superdotação: De acordo com a descrição da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva do MEC, estudantes com altas habilidades/superdotação demonstram potencial elevado em qualquer uma das seguintes áreas, isoladas ou combinadas: intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes. Também apresentam elevada criatividade, grande envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas de seu interesse.

 

Documentos

 

Portaria 41/2017 (Nomeação dos servidores para o Napne)

Portaria 64/2017 (Altera a portaria 41/2017)

Regulamento do Napne

 

Integrantes e contato

 

Aline Raquel Franceschini (representante)
Marcos Daniel Liba (secretário)
Ana Augusta Mendonça de Oliveira
Andreia Raquel Simoni Saldanha
Carla Ariela Rios Vilaronga
Célia Leiko Ogawa Kawabata
Eliane Martins de Mello Ciarallo
Maria Claudia Bontempi Pizzi
Samira Nathalia Pizza
Solange A. de Souza Monteiro
Thereza Maria Zavarese Soares
Thiago Bordignon

 

E-mail de contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.